O Fundo Monetário Internacional (FMI) propõe um novo empréstimo à Ucrânia de 17,5 mil milhões de dólares (15,4 mil milhões de euros), declarou hoje, em Bruxelas, a diretora-geral da instituição, Christine Lagarde.

«Tenho o prazer de anunciar que a equipa do FMI a trabalhar em Kiev concluiu um acordo preliminar com o governo ucraniano com vista a um novo programa de reformas económicas, que será apoiado por um financiamento de 17,5 mil milhões de dólares», avançou Lagarde, em conferência de imprensa, em Bruxelas, citada pela Lusa.