Alexandre Soares dos Santos defendeu esta noite a revisão da Constituição e a criação de um movimento que obrigue o Presidente da República a sentar à mesa partidos e parceiros sociais para um acordo nacional a 10 anos, independentemente do Governo que esteja no poder.

«É fundamental que haja um movimento que obrigue o PR a sentar à mesa os partidos, empresários sindicatos, para que haja um programa a 10 anos que seja cumprido escrupulosamente seja quem for o partido no poder ou o primeiro-ministro», afirmou.

«Se nós não conseguirmos, como sociedade civil, forçar a sentar à mesa quem não quer, então não nos podemos queixar, a culpa é só nossa», acrescentou.