A página eletrónica do Banco Espírito Santo (BES), a partir de agora denominado Novo Banco, a designação dada ao «banco bom» que resultou da separação da instituição, já tem nova imagem.

Consultando o site < href=http://www.bes.pt/ > BES, a página surge com uma nova imagem e a frase «Novo Banco, mais forte e mais seguro», menos de duas horas depois de o governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, ter apresentado o plano de capitalização para os problemas financeiros que a instituição atravessa.

O Banco de Portugal anunciou no domingo à noite um plano de capitalização do BES de 4.900 milhões de euros e a separação dos ativos tóxicos (bad bank) dos restantes que ficam numa nova instituição, o Novo Banco.

O capital é injetado no BES através do Fundo de Resolução bancário. No entanto, como este fundo foi criado há pouco tempo e só tem 380 milhões de euros, a solução encontrada passa por ir buscar o valor restante ao dinheiro da troika destinado ao setor financeiro, em que ainda estão disponíveis 6,4 mil milhões de euros.

Assim, estima-se que virá do dinheiro da troika entre 4.400 a 4.500 milhões de euros, através de um empréstimo ao fundo de resolução, existindo também uma contribuição extraordinária dos outros bancos que operam em Portugal. Esta ainda está a ser negociada e poderá ascender a cerca de 100 milhões de euros.