A Coreia do Norte vai voltar a autorizar visitas turísticas no primeiro trimestre de 2015 depois de ter encerrado as suas fronteiras a visitantes em outubro para evitar a «entrada» do vírus Ébola no país.

A notícia foi avançada por uma das principais agências turísticas do país, a Koryo Tours, na sua página da Internet, ao salientar que a suspensão temporária «será cancelada em algum momento do primeiro trimestre de 2015».

O governo norte-coreano começou a proibir a entrada de turistas estrangeiros a 25 de outubro e obrigou todos aqueles que tivessem entretanto entrado a ficar de quarentena durante 21 dias, o período de incubação do vírus Ébola, como medida de prevenção.

O regime norte-coreano adota medidas idênticas em casos de grandes surtos ou epidemias, tendo encerrado também as suas fronteiras em 2003, aquando da pneumonia atípica.

Segundo dados da organização Mundial de Saúde, quase 6.400 pessoas morreram já este ano devido ao Ébola, principalmente na região da África Ocidental.