Uma unidade de turismo rural de cinco estrelas vai ser criada no concelho de Estremoz, no distrito de Évora, num investimento de 1,5 milhões de euros, revelou  à agência Lusa um responsável da empresa promotora.

Víctor Borges, sócio-gerente da Sociedade de Agroturismo Padam, de capitais luso-franceses, que vai construir o empreendimento turístico na Herdade das Freiras, indicou que as obras vão começar no final deste ano, devendo ficar concluídas em 2017.

Segundo o empresário, a construção da unidade de turismo rural vai contar com o apoio de fundos comunitários, através do Portugal 2020.

A unidade, de acordo com o empresário Víctor Borges, vai ser criada numa propriedade com 120 hectares de olival, em terreno de Reserva Ecológica Nacional, que inclui uma horta e um antigo lagar construído em 1904.

A intenção dos promotores é a de recuperar os três montes da herdade para a instalação de 10 suites, cinco das quais com piscinas privativas, e criar espaços ajardinados, assim como desenvolver um projeto para criar uma quinta tradicional portuguesa.

"Pretendemos promover esta região a nível nacional e internacional e levar os nossos clientes a descobrirem os valores tradicionais portugueses", referiu o empresário.

Víctor Borges, radicado há 12 anos em França, vai desenvolver este projeto de turismo rural com o empresário francês Franck Laigneau, que, segundo o município de Estremoz, "é proprietário de uma das mais prestigiadas galerias de ´design` de Paris".

O empreendimento turístico vai incluir ainda uma galeria de exposições, que se propõe desenvolver experiências culturais e artísticas portuguesas e de âmbito internacional.

A unidade vai integrar peças de mobiliário europeu dos séculos XIX e XX, da coleção do galerista Franck Laigneau, que estão integradas na exposição "ArtistaArtesão", que pode ser visitada no Palácio dos Marqueses da Praia e Monforte, em Estremoz, até 30 de novembro.