A ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, anunciou esta tarde, durante a conferência de imprensa sobre os resultados da 8ª e 9ª avaliação da troika, que as medidas extraordinárias de austeridade vão manter-se no próximo ano.

A governante não especificou todas as medidas que permanecem em vigor no próximo ano, exemplificando apenas que a sobretaxa de 3,5% no IRS irá ser mantida em 2014.

A sobretaxa de 3,5% em sede de IRS foi criada para retirar um dos subsídios a todos os trabalhadores a favor do Estado.

Segundo Maria Luís Albuquerque, «todas as medidas de caráter excecional serão mantidas» no próximo ano.

A governante foi questionada diretamente pelos jornalistas sobre se esta sobretaxa criada este ano para que o Estado ficasse com um dos subsídios de trabalhadores se iria manter.