O comissário europeu para os Assuntos Económicos e Financeiros, Olli Rehn, diz ser fundamental que Portugal ultrapasse a atual instabilidade política, para poder cumprir a tempo o programa de ajustamento económico e financeiro (PAEF).

«É muito importante que Portugal esteja em condições de estabilizar a situação política e possa criar os pré-requisitos necessários para que o sucesso económico aconteça a tempo do fim do programa de ajustamento», afirmou Olli Rehn, citado pela Bloomberg.

O comissário europeu, que falava em Mikkeli, na Finlândia, considerou prematuro discutir a possibilidade de Portugal precisar de recorrer ao programa de compra de obrigações do Banco Central Europeu (BCE), denominado OMT.

«Portugal está a implementar o programa conforme combinado» com a troika, disse, remetendo o final do programa de ajuda externa para a primavera de 2014: «Na próxima primavera precisamos de ver quais as medidas necessárias para que Portugal saia do programa».

Também o presidente da Comissão Europeia tinha já pedido ao nosso país determinação para prosseguir com o programa de ajustamento.