A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) continua a prever que a atividade económica em Portugal venha a recuperar nos próximos meses, assim como na Irlanda e na Grécia.

Nos indicadores compósitos avançados da OCDE de maio (que apontam para a tendência de melhoria ou abrandamento da atividade económica num período futuro entre 6 a 9 meses), hoje divulgados, os dados dão conta de uma subida nas perspetivas de melhoria da atividade económica em Portugal há pelo menos um ano de forma consecutiva.

Os indicadores compósitos relativos a Portugal chegaram já aos 101,3%, superior à média de longo prazo de 100 pontos.

Os números da OCDE dão ainda conta também há pelo menos 12 meses de melhorias nas perspetivas relativas à economia da Grécia, e da Irlanda, subindo no caso da Espanha há nove meses consecutivos.