O presidente do Concelho Económico e Social (CES) garante que ainda há espaço para novos acordos em Concertação Social, nomeadamente quanto ao salário mínimo e ao IVA que incide sobre o turismo.

Silva Peneda considerou, em entrevista à «Antena 1» que a remodelação governamental - com o maior relevo anunciado para a Economia - pode agora dar ao Executivo uma maior margem para negociar com patrões e sindicatos.

O responsável do CES eçlogia o esforço do Presidente da República para um entendimento entre os partidos e continua a frisar que é preciso bom senso. E não deixou também de lembrar os efeitos recessivos que terão os cortes de 4,7 mil milhões de euros.