A agência de notação financeira Fitch confirmou esta quarta-feira o 'rating' da Caixa Geral de Depósitos (CGD), do BCP e do BPI em 'BB+' e o do Santander Totta em 'BBB-', mantendo as perspetivas das instituições em terreno negativo.

Em comunicado hoje emitido, a Fitch refere que a decisão reflete «uma melhor capitalização dos bancos, uma estrutura de financiamento mais equilibrada e a liquidez disponível», considerando que estes fatores colocam os quatro bancos portugueses «numa posição comparativamente melhor do que estavam no início da crise de dívida soberana».

No entanto, a agência de 'rating' [avaliação] continua a prever que o Produto Interno Bruto (PIB) vai contrair 2,6% este ano e que Portugal saia da recessão apenas em 2014, com o desemprego a atingir os 18,5% no próximo ano, o que leva a Fitch a antecipar «uma deterioração da qualidade dos ativos bancários em 2013 e 2014», bem como «fracas perspetivas de rentabilidade para a maioria dos bancos».