A dívida das administrações públicas, na ótica de Maastricht, superou os 130% do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro semestre deste ano, para os 214.573 milhões de euros, segundo o Banco de Portugal.

Governo: dívida pública estará «em linha com o previsto» este ano

De acordo com dados preliminares do Boletim Estatístico do Banco de Portugal divulgados esta quinta-feira, o total da dívida das administrações públicas atingiu os 214.573 milhões de euros nos primeiros seis meses de 2013, o equivalente a 131,4% do PIB, na ótica de Maastricht, que é utilizada pela 'troika' (Fundo Monetário Internacional, Comissão Europeia e Banco Central Europeu).

A trajetória da dívida pública continua a subir, uma vez que, em dezembro de 2012 era de 123,8%, passando para os 127,1% em março deste ano e tendo agora subido para os 131,4%, segundo dados do boletim estatístico de agosto.

De acordo com as metas definidas na sétima avaliação da 'troika' a Portugal, a dívida pública portuguesa não deverá ultrapassar os 122,9% do PIB no final de 2013.