O Banco Central Europeu (BCE) poderá a curto prazo passar a publicar as atas das reuniões do conselho de governadores, tal como a Reserva Federal norte-americana, indicaram dois membros da direção do BCE à imprensa francesa e alemã.

«As nossas sociedades são sedentas de transparência e responsabilidade. Pessoalmente, penso portanto que o BCE deveria começar a publicar as atas das suas reuniões rapidamente», declarou o francês Benoît Coeuré, membro da Comissão executiva do BCE, numa entrevista aos jornais francês Le Figaro e ao alemão Süddeutsche Zeitung.

Durante a entrevista, Coeuré sublinha que «atualmente, o BCE é o único grande banco central que não publica as atas das suas reuniões» quando «numa época, o BCE, que foi a primeira instituição a criar conferências de imprensa do presidente, estava na frente em matéria de comunicação e transparência».

O alemão Jorg Asmussen, também membro da comissão executiva do BCE, vai mais longe e defende mesmo que as atas «deveriam incluir os nomes dos votantes e as razões invocadas para a tomada de decisão», considerando que «a publicação das atas contribuirá para melhorar o mandato europeu».

Segundo Asmussen, «o debate está em curso no seio do conselho» em relação à publicação destas atas, ou seja, a transcrição das reuniões do conselho de governadores durante as quais são tomadas decisões de política monetária.

Até agora, o BCE recusava-se a publicar estas atas por procurar a unidade e temer possíveis pressões exercidas pelos chefes dos 17 bancos centrais nacionais da zona euro, membros do conselho de governadores ou mesmo dos seis membros da comissão executiva da instituição.

Esta mudança surge no âmbito de uma iniciativa de transparência em curso do BCE, através designadamente de intervenções do presidente do BCE, Mário Draghi, em diversos parlamentos de países da zona euro.

Por outro lado, Asmussen e Coeuré explicaram que o BCE vai examinar a qualidade dos ativos dos bancos da zona euro a partir do início de 2014, antes de assumir a nova função de supervisor bancário.