O Tribunal da Relação de Lisboa absolveu o BCP em cinco de  sete acusações de um processo e reduziu a multa de quatro milhões para 750 mil euros.

 

Segundo o DN, o Tribunal da Relação decidiu absolver dois dos cinco antigos gestores do Millenium BCP envolvidos no processo instaurado pelo banco de portugal: Filipe Pinhal e Castro Henriques.

 

Em causa falsificação de contas e prestação de informação falsa de vinte e uma offshores usadas para financiar aumentos de capital do BCP.

 

O tribunal, mantem, no entanto as acusações de falsificação de contabilidade referentes às sociedades  Goes Ferreira.