Os comboios da linha de Sintra e da Azambuja, no distrito de Lisboa, são os mais atingidos pela greve dos trabalhadores da CP ¿ Comboios de Portugal e da CP Carga, disse esta quinta-feira à Lusa fonte da empresa.

«Até às seis da manhã foram realizados apenas 51 dos 63 comboios programados no país, o equivalente a 20% de supressão», disse à Lusa Ana Portela, porta-voz da CP.

De acordo com a porta-voz da empresa, as linhas de Sintra e da Azambuja são aquelas onde se registam «mais complicações», com alguns atrasos nos comboios na greve convocada para hoje.

Os trabalhadores estão em greve de 24 horas desde as 0:00 de hoje contra a proposta de Orçamento do Estado para 2014, que prevê reduções salariais, concessão das empresas públicas de transporte a privados e a redução das indemnizações compensatórias, entre outras medidas.