A taxa de desemprego em Itália manteve-se em outubro em 12,5%, o mesmo nível de setembro, quando o país alcançou um recorde de desempregados, segundo dados provisórios divulgados esta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística italiano.

A taxa de 12,5% de desempregados pressupõe um aumento de 1,2 pontos percentuais nos últimos 12 meses e um recorde desde a criação destes dados estatísticos.

Em Itália, há um total de 3.189.000 cidadãos sem trabalho, o que representa um aumento de 287.000 pessoas em relação a outubro de 2012.

O desemprego juvenil, compreendido entre os 15 e os 24 anos, alcançou outro recorde 41,2%, mais 0,7% do que no mês anterior, e abrange 663.000 jovens.