O número de pessoas inscritas nos centros de desemprego em Espanha sofreu em dezembro a maior redução desde 1999, mas permanece com níveis altos, atingindo cerca de 4,7 milhões, anunciou esta sexta-feira o Ministério do Emprego.

Segundo os dados divulgados pelo Governo da quarta maior economia da zona euro, em dezembro foram registados 107.507 pedidos contra 147.385 no mês anterior, a maior redução dos últimos 15 anos.