Os trabalhadores da Unicer decidiram hoje, em plenário, solicitar uma nova reunião à administração da empresa, uma vez que consideraram insatisfatória a proposta de aumento salarial que a companhia disse ser final, segundo um dirigente sindical.

Contactada pela Lusa, fonte oficial da Unicer disse, à semelhança do que já havia dito na segunda-feira, que a empresa neste momento não tem nada a acrescentar, sem esclarecer se há margem para continuar a negociar.

Da parte da Federação dos Sindicatos da Agricultura, Alimentação, Bebidas, Hotelaria e Turismo de Portugal (Fesaht), afeta à CGTP, Francisco Figueiredo disse que foi demonstrado no plenário o “descontentamento dos trabalhadores em relação à proposta da empresa”.