Os trabalhadores independentes têm até este sábado para voltar a pedir ao Instituto de Segurança Social (ISS) a alteração de escalão que lhes foi atribuído, sendo que até meados de janeiro mais de 34 mil «recibos verdes» já o tinham feito.

De acordo com o site da Segurança Social, termina este sábado o prazo para que os trabalhadores independentes, os chamados «recibos verdes», que «foram notificados da fixação anual da base de incidência contributiva, possam voltar a pedir a alteração do escalão, tendo como referência o escalão fixado em outubro do ano passado».

Com o Orçamento do Estado para 2014, recorda o ISS, os trabalhadores independentes podem «solicitar em fevereiro e em junho a alteração de escalão em que foram posicionados de forma oficiosa, adequando assim o valor das suas contribuições ao valor dos seus rendimentos atuais», lê-se na página oficial na Internet.

Também os trabalhadores independentes que tenham reiniciado a atividade a partir de novembro “podem solicitar a alteração de escalão, tendo como referência o escalão fixado no reinício dessa atividade”.

Os pedidos devem ser efetuados através da Segurança Social Direta ou nos serviços de atendimento da Segurança social e, caso seja dada autorização para alteração da contribuição, ela produz efeitos a partir de 1 de março (domingo).

Em dezembro, os trabalhadores independentes foram notificados do escalão contributivo em que seriam reposicionados a partir daí, tendo a Segurança Social dado primeiro dez dias úteis – e estendido depois o prazo para 15 de janeiro - para pedidos de alteração.

De acordo com dados divulgados pelo ISS à agência Lusa em meados de janeiro, mais de 34.000 trabalhadores independentes pediram a alteração do escalão, sendo que três em cada quatro requerentes conseguiram autorização para baixar a sua contribuição.