A Apple vai cortar 30% na produção dos mais recentes modelos iPhone 6s e iPhone 6s Plus, no primeiro trimestre deste ano, avança o jornal japonês Nikkei Asian Rewiew.
 
A medida tem como objetivo esgotar os modelos que não foram vendidos nos seus principais mercados - Estados Unidos, Europa, China e Japão.
 
Em Março a empresa vai retomar as produções normais, afirma a mesma fonte.
 
Não é a primeira vez que a empresa decide reduzir a produção dos smartphones com este objetivo, em 2013 a produção do iPhone 5 foi também reduzida.
 
A medida vai permitir que os distribuidores do iPhone esgotem o seu stock. O diário económico japonês sublinha ainda que os inventários dos últimos modelos cresceram, mas as vendas não estão a cumprir com as expectativas. “Os consumidores não viram grandes melhoras de rendimento em relação à geração anterior do iPhone”, afirma o Nikkei Asian Rewiew.
 
A Apple continua a ser a empresa mais cotada do mercado, mas no último mês terá perdido 15% do seu valor, segundo o jornal espanhol El País.