A taxa de desemprego na Alemanha caiu para 6,8% em abril, contra 7,1% no mês anterior, estando o número de desempregados abaixo dos três milhões.

Segundo os dados hoje divulgados pela Agência Federal de Emprego alemã, o número de desempregados desceu para 2,943 milhões, equivalente a uma queda de 111 mil pessoas face ao mês anterior e menos 77 mil que no mês homólogo de 2013.

O presidente da Agência Federal de Emprego alemã, Frank-Jürgen Weise, afirmou que esta evolução confirma a boa saúde do mercado laboral alemão e sublinhou que esta resulta das «boas condições conjunturais».

Weise admitiu que o retrocesso nos dados do desemprego é habitual depois dos meses de inverno, mas sublinhou o facto de que desta vez a descida foi mais significativa que noutros anos.

A Agência, com sede em Nuremberga (sul do país), sublinhou também que o número de trabalhadores em situação de subemprego também desceu em abril para 3,879 milhões, menos 107.000 que no mês homólogo de 2013.

Por outro lado, as ofertas de emprego registadas na Agência Federal também aumentaram em abril para 455.000, aproximadamente mais 15.000 que no mesmo mês de 2013.