“apesar da irresponsabilidade da direção do SPAC, a TAP continuou a voar”.

"Os sindicatos representativos da quase totalidade dos trabalhadores do grupo TAP, reunidos hoje, discutiram a situação social e financeira da TAP e restantes empresas do frupo, resultante da instabilidade criada pela intenção do Governo em manter o actual processo de privatização", indicou fonte sindical presente na reunião, tida no dia seguinte ao final da greve de dez dias dos pilotos da transportadora.


"Vamos ter de aguardar alguns dias" por novidades, disse outra fonte à Lusa.