A Autoeuropa para seis dias a partir desta quinta-feira, ou seja, até 24 de março. O anúncio já tinha sido feito em fevereiro, com recurso aos "down days", um instrumento de flexibilização dos horários de trabalho.

Estão previstos no Acordo de Empresa e permitem assim  suspensão temporária da produção, de forma a ajustar o número de veículos fabricados às necessidades do mercado.

A última suspensão do género durou 27 dias, entre  dezembro de 2015 e janeiro de 2016.

A Autoeuropa está a produzir apenas os modelos de automóveis Volkswagen Scirocco e Sharan e o Seat Alhambra, sendo que a produção de um novo modelo só deverá começar a partir de meados de 2017, de acordo com as expetativas da Comissão de Trabalhadores, que são citados pela Lusa.

Apesar das dificuldades no mercado do setor automóvel, a administração da empresa, no âmbito das negociações para o novo Acordo de Empresa, comprometeu-se a não fazer nenhum despedimento coletivo até setembro de 2016.

A nova plataforma de produção da Autoeuropa, um investimento de 677 milhões de euros, deverá permitir a produção de novos modelos da Volkswagen, a criação de 500 novos postos de trabalho e um aumento significativo das exportações.