Mais 396 crianças tiveram direito ao abono de família entre junho e julho deste ano, havendo registo de um total de 1.095.278 menores com direito a esta prestação social.

De acordo com os dados estatísticos mais recentes do Instituto de Segurança Social (ISS), no mês de julho foram processados 1.095.278 abonos de família para crianças e jovens, mais 396 do que em junho.

Comparando com o período homólogo do ano passado, foram atribuídos menos 49.110 abonos, o que representa uma quebra de 4,3%.

Na sua síntese de informação estatística da segurança social, o Gabinete de Estratégia e Planeamento (GEP) explica que esta “informação sobre prestações familiares é relativa ao mês de referência, logo suscetível de revisão no mês seguinte”.

Assim, constatou-se um aumento de 5.645 abonos de família em relação ao valor publicado na síntese anterior”, lê-se.

Por outro lado, em relação às prestações por parentalidade, o ISS revela que em julho foram pagas 38.256, entre 26.154 a mães e outras 12.102 a pais, o que representa um acréscimo de 2,9% face a junho e de 1,2% em comparação com julho do ano passado.

Deu-se uma subida de 2,2% no número de mulheres com prestações por parentalidade, relativamente a junho de 2018, e um decréscimo de 0,5% tendo em conta o período homólogo. Nos homens, verificaram-se aumentos de 4,6%, em relação a junho de 2018, e de 5,0% comparativamente a julho de 2017”, lê-se na síntese.