A Segurança Social gastou menos 499,7 milhões de euros em subsídios de desemprego no ano passado, com 304.393 beneficiários a receber a prestação, menos 71 mil que em 2013, escreve o Correio da Manhã.

Em 2013 o Estado pagou 2.737,7 milhões de euros em subsídios de desemprego. Em 2014, foram pagos 2.238 milhões, ou seja, menos 18,3%.

O Ministério explica a descida pelo facto de a população desempregada ter diminuído em 2014, cerca de 15,1% face a 2013.

Também as prestações sociais foram reduzidas: num ano, baixou uma média de 51 euros.