Paulo Ralha foi reeleito para presidir ao Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos (STI) nos próximos quatro anos e a sua principal aposta para este período é conseguir a revisão das carreiras e acabar com a falta de pessoal no setor.

"No próximo mandato gostava muito de conseguir fazer a revisão das carreiras e resolver o problema da falta de pessoal no setor", disse Paulo Ralha à agência Lusa.

Dos 6.029 votos expressos no ato eleitoral, a lista A, a vencedora, recebeu 2.406 votos.

A lista B teve 2.127 votos e a C teve 326 votos.

Foram registados 1.172 votos brancos e nulos.

O STI tem 9.772 sócios efetivos, que tinham condições para votar.

A lista vencedora é, segundo Paulo Ralha, "uma lista de continuidade, mas com renovação", pois dos 12 elementos que a compõem cinco são novos.

As eleições para a direção do STI realizaram-se no dia 02 mas só hoje foram proclamados os resultados, depois de terem sido abertos os votos que chegaram por correspondência.

A nova direção entrará em funções em janeiro.