O CEO da Jerónimo Martins, que detém o Pingo Doce, Pedro Soares dos Santos, afirma não perceber a discussão à volta da subida do salário mínimo nacional e alerta para as dificuldades pelas quais os portugueses ainda estão a passar.
 

“A Jerónimo Martins já paga muito acima do salário mínimo. O salário mínimo não faz parte do nosso universo. Este aumento não afeta minimamente a companhia”, declarou o empresário em entrevista à Antena 1.

“O salário médio que a Jerónimo Martins paga é muito acima disso, à volta dos 770, 800 euros, por isso não vai ser um problema."

"Os portugueses ainda vivem uma situação de grande aperto. Foram sujeitos a uma situação de grande desvalorização da sua vida, dos seus rendimentos, não conseguem ainda fazer poupanças e continuam com um consumo muito racional e muito focado”.