O secretário-geral da UGT, Carlos Silva, anunciou esta segunda-feira que vai pedir uma reunião com a administração da Autoeuropa e que o sindicato afeto àquela central sindical, SINDEL, apresentará uma proposta de acordo de empresa.

O nosso sindicato irá apresentar uma proposta de acordo de empresa à Autoeuropa, cabe agora à administração dizer ‘não queremos' e se não quiser está, naturalmente, a ferir de morte o que é o princípio da negociação coletiva no nosso país", anunciou Carlos Silva à saída de uma audiência com o Presidente da República.

As posições foram transmitidas ao chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, por Carlos Silva e Lucinda Dâmaso, que foram recebidos no Palácio de Belém.

Precisamos de perguntar e de questionar a Autoeuropa com uma proposta clara de um acordo de empresa e os sindicatos podem todos participar. Nós iremos fazê-lo rapidamente, o SINDEL irá nos próximos dias fazer uma proposta e eu próprio irei pedir uma reunião, uma audiência, à administração da Autoeuropa para perceber em que ponto é que estamos e o que é que a administração almeja para a empresa", declarou Carlos Silva aos jornalistas.