A empresa que gere o serviço dos cartões de multibanco e de crédito, SIBS, publicou os dados relativos ao perfil de consumo dos portugueses durante o campeonato europeu de futebol. As conclusões surgem num “Jogo da Glória” e são muitas as coincidências entre valores gastos e o percurso da Seleção Nacional.

No espaço de um mês, os portugueses gastaram 5 mil milhões de euros em 114 milhões de compras e levantamentos de dinheiro. O número pode parecer elevado, mas quando explicado pela SIBS ganha maior simbolismo.

No primeiro jogo da equipa das Quinas, os portugueses consumiram 30% mais em comparação ao período homólogo de 2015, este valor foi igual em à posse de bola que a Islândia teve durante o encontro, que terminou com um empate a uma bola.

O número de compras e levantamentos realizado por portugueses em França durante o Europeu corresponde a seis vezes a capacidade do Stade Vélodrome, estádio onde a equipa de Fernando Santos derrotou a Polónia por 5-3, nas grandes penalidades.

Nos dias em que Portugal jogou, cada português gastou em media 11 euros em refeições (numero igual aos jogadores em campo), 20 euros em supermercado (número da camisola do Quaresma, autor do golo da vitória portuguesa frente ao País de Gales, e 23 euros em roupa (o mesmo número que os convocados por Fernando Santos para o Europeu).

Veja aqui o “Joga da Glória” criado pela SIBS.