O Portal das Finanças mudou de cara. Tem os mesmos serviços e conteúdos, mas tem uma apresentação diferente e está organizado de outra maneira, para facilitar a vida aos contribuintes, sejam eles particulares ou empresas.

Numa nota explicativa no próprio site, as Finanças dão conta de que o portal tem "mais de 700 serviços e inúmeros conteúdos, uns de caráter legislativo e outros explicativos (folhetos, questões frequentes, etc.)" e que "havia necessidade de lhes dar uma nova organização em ordem a permitir aos utilizadores melhor extraírem as suas potencialidades".

Essa organização está agora mais direcionada. Muda consoante o tipo de contribuinte – cidadãos, negócios e outras entidades. Ao entrar, por exemplo, no menu "cidadãos" surgem logo os temas em destaque.

O motor de busca, garante a AT, está também "melhorado", e "disponibilizará, em páginas separadas, os serviços, a legislação e as informações pesquisadas".

Ao autenticar-se, em “iniciar sessão”, terá acesso aos serviços e conteúdos mais relevantes atendendo ao seu “perfil” e histórico enquanto contribuinte".

O Portal das Finanças pode servir de lembrete para o pagamento das obrigações fiscais. Sempre que entra na página, há a indicação dos pagamentos a decorrer no mês em causa.