O secretário da comissão de trabalhadores dos Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC) alertou para os "cerca de cinco mil dias de folgas, férias e feriados por gozar" que os motoristas da empresa têm acumulados.

Os cerca de 260 motoristas dos SMTUC têm, ao todo, perto de cinco mil dias "em férias, folgas e feriados por gozar", denunciou Sancho Antunes, que falava à agência Lusa no final de uma reunião de trabalhadores, que decorreu esta tarde de segunda-feira.

O secretário da comissão de trabalhadores afirmou que há casos de trabalhadores com folgas e férias por gozar "há quatro e cinco anos", alguns com "30 e 40 dias" acumulados.

Sancho Antunes defendeu também que há falta de "50 motoristas" nos SMTUC e referiu queixas de "abuso de autoridade por chefes superiores" e de algum "desrespeito e prepotência".

Contactada pela agência Lusa, a Câmara de Coimbra disse que a comissão de trabalhadores "deve apresentar as suas queixas ao conselho de administração [dos SMTUC], que irá analisar essas mesmas reivindicações".

Durante a reunião de trabalhadores, que contou com a presença de 117 pessoas, foi também defendida a necessidade de os serviços serem fixados com mais antecedência e a definição de um local onde os motoristas possam "prestar as contas [entrega de dinheiro de bilhetes vendidos no autocarro]" entre as 05:30 e as 01:00.