A Fidelidade, presente em Moçambique desde o final do ano passado, inaugurou esta quarta-feira a sua sede em Maputo e anunciou o objetivo de ser uma das seguradoras de referência neste país em três a cinco anos.

"A meta é tornarmo-nos em três a cinco anos numa seguradora de referência em Moçambique e diferenciadora na oferta que existe neste mercado", disse hoje o diretor-geral Fidelidade Moçambique, Carlos Leitão, à Lusa.

Depois de Angola e Cabo Verde, Moçambique surge como nova aposta da seguradora, num mercado que Carlos Leitão considera desenvolvido, mas onde há também "muitas oportunidades para inovar em termos de produtos e qualidade do serviço prestado".