O Aeroporto do Porto investiu 1,6 milhões de euros na renovação da área comercial na área restrita de partidas, o que permitiu criar 125 novos empregos e aumentar a zona de retalho em 1.500 metros quadrados, foi hoje anunciado.

Presente na cerimónia de inauguração da nova área comercial, que hoje decorreu, a secretária de Estado do Turismo apontou este investimento como um exemplo do “efeito arrastador” do turismo “sobre outras atividades económicas”.

“O turismo tem esta grande capacidade de criar postos de trabalho diretos, mas também indiretos, [porque] tem um grande efeito arrastador sobre outras atividades económicas, nomeadamente o comércio, que tem crescido bastante nos últimos anos muito associado, também, ao grande crescimento da atividade turística”, afirmou Ana Mendes Godinho, citada pela Lusa.

Destacando que a atividade turística nacional está em 2016 a crescer a um ritmo de 16% - e que “o Porto e o Norte acompanham este crescimento”- a secretária de Estado destacou como “cada vez mais importante esta faceta que o turismo tem de dinamizar outros setores” e, paralelamente, de “valorizar as atividades tradicionais” portuguesas.

Como exemplo referiu o espaço Portfolio, uma nova marca de lojas criada pela ANA – Aeroportos de Portugal dedicada aos produtos ‘made of Portugal’ (feitos de Portugal), em que estão à venda produtos de marcas portuguesas nas áreas da cultura, moda, sabores, artesanato e ‘design’.

Na renovada área comercial do Aeroporto Francisco Sá Carneiro a ANA inaugurou a terceira loja deste conceito, tendo ainda reformulado e ampliado a ‘Duty Free Store’ e a área da restauração e aberto novas lojas de diversas marcas nacionais e internacionais que “convidam” os visitantes “a uma nova experiência de conforto e lazer, antes da hora do embarque”.

Também presente na inauguração da nova área comercial, o presidente da ANA, Jorge Ponce de Leão, considerou que esta zona está “agora equiparada ao que de melhor se faz internacionalmente”, conforme é esperado de um aeroporto que prevê receber este ano cerca de nove milhões de passageiros.