O ministro dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, classificou esta segunda-feira a reunião de trabalho com a AICEP - Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal como «muito frutífera» e garantiu que a coordenação entre as duas entidades funciona bem.

Rui Machete falava aos jornalistas à margem da reunião de trabalho, que decorreu hoje com a administração da AICEP, liderada por Miguel Frasquilho, e que durou cerca de uma hora.

«Foi uma reunião de trabalho em que passámos em revista os aspetos mais importantes da coordenação entre o ministério dos Negócios Estrangeiros e a AICEP», disse Rui Machete.

O ministério dos Negócios Estrangeiros tem a cotutela da entidade.

«Foi uma reunião muito frutífera, em que se afinaram um ou outro critério», acrescentou o ministro, que estava acompanhado pelo secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Luís Campos Ferreira.

Questionado se abordaram mercados internacionais, o governante adiantou que não foram a «esses aspetos, que são mais concretos», sublinhando que esta foi uma «reunião geral dos pontos» necessários para que «a coordenação funcione bem», o que «felizmente funciona».

Relativamente à situação do Instituto de Investigação Científica e Tropical, que segundo a edição de hoje do Diário de Notícias (DN) só tem dinheiro para mais um mês de salários, Rui Machete afirmou: «Não é o sítio apropriado para responder a essa matéria». Esta é a primeira visita de Rui Machete à AICEP após a nomeação da nova administração, liderada por Miguel Frasquilho.