A Mercedes-Benz Portugal anunciou hoje que bateu o recorde de vendas em Portugal, no ano passado. Com um aumento de 45%, em relação a 2013, admite que obteve «o melhor resultado de sempre» na história da marca.

O diretor de vendas e de marketing da empresa, Carsten Dippelt, revela que foi alcançada uma quota de mercado de 7,1%, uma das maiores no espectro europeu.

O presidente da Mercedes-Benz Portugal, Joerg Heinermann, justificou que a empresa fez «vários esforços para devolver algum do êxito da Mercedes-Benz no país.» Os eventos, que contaram com a vinda de cerca de 25 mil pessoas a Portugal em iniciativas da marca, ajudaram no desenvolvimento do turismo, como o 'Global Training Experience' da Mercedes-Benz.

A marca Smart, do grupo Daimler, caiu 1,4% na quota de mercado em 2013, e 1% em 2014. Porém, a Mercedes considera um «resultado positivo», visto que é o último ano do atual ciclo do produto. Em Portugal, o total de veículos Smart comercializados foi de 1430 unidades. Isto depois da apresentação dos novos Smart Fortwo e do Smart Forfour, que, apenas, comercializaram 326.

Os novos modelos compactos, com destaque para a Classe A, são a principal razão do crescimento, depois de venderem 3093 unidades. A Classe B, que pertence ao mesmo segmento, comercializou 910 veículos. O CLA vendeu 806 e o GLA, lançado em 2014, comercializou 742 unidades. No total, foram vendidas 5.551 unidades em 2014.

As vendas das marcas premium aumentaram devido aos novos Classe C Limousine e Station, promovidos em 2014, com 2.392 unidades vendidas. No segmento executivo, o Classe E comercializou 1.618 unidades, o CLS Coupé e o CLS Shooting Brake registaram 189 unidades, tal como o Classe S, com igual número de vendas.
Para 2015, a Mercedes-benz lança uma novidade: a renovação de dois novos modelos nos Sport Utility Vehicle (SUV).

Além disso, Joerg Heinermann divulgou que Portugal vai ser o centro de formação internacional para a Mercedes-Benz entre junho, julho e agosto na Grande Lisboa. Gareth Macnamara será o novo embaixador da marca e de Portugal no mundo.

A SIVA, que representa em Portugal as marcas do grupo Volkswagen, prevê o aumento de 10% das vendas de ligeiros, em 2015. «O mercado de passageiros vai situar-se entre os 150 e 160 mil veículos», afirma Fernando Monteiro, administrador executivo da SIVA.

Rolls-Royce bate recorde de vendas em 2014

Outra alta nas vendas de automóveis é da marca de luxo Rolls-Royce. A empresa divulgou, esta quarta-feira, o recorde de vendas nos últimos 111 anos da empresa. A consistente tendência de crescimento somou mais de 4000 veículos vendidos, de acordo com a Lusa.

«Este quinto ano consecutivo com recordes de vendas confirma a nossa estratégia de crescimento sustentável, equilibrado e rentável e que a Rolls-Royce se mantém como a empresa de referência em veículos de luxo», afirmou o diretor-executivo, Torsten Muller-Otvos, citado pela Efe.