Rick Goings, um dos gurus do Fórum Económico Mundial (FEM) e patrão da Tupperware, acredita que Portugal não vai escapar a um segundo resgate, tal como aconteceu à Grécia. Em entrevista exclusiva à TVI, diz que o problema em Bruxelas é haver demasiados tecnocratas e elogiou o ambiente em Portugal para fazer negócios.

O empresário diz que a austeridade está para ficar, mas tem de haver crescimento e, para isso, algo terá de mudar.

Para o guru do Fórum Económico Mundial, a Europa devia ser um exemplo para os Estados Unidos e talvez a crise com o orçamento fosse evitada. E um dos aspetos em que os EUA poderiam aprender com a Europa é que «horários laborais de 35 horas por semana e estruturas laborais pesadas são contraproducentes».

Rick Goings tem ele próprio escapado à crise: a fábrica em Abrantes emprega mais de 400 pessoas, teve um crescimento de 13% no ano passado e em 2013 a subida na percentagem de vendas já vai em 16%.