a TVI divulgou algumas

«O segurança, à porta, pedia-me para que eu deixasse o meu telemóvel e o meu iPad antes de entrar para as reuniões, que eram privadas. E, de facto, havia um cacifo com vários telemóveis e iPads»


«Nunca tive conhecimento que tais reuniões fossem gravadas, nem nunca me foi pedido. Nunca foi dado consentimento para que fossem gravadas». 




o homem do gravador

autoridades não podiam ter sido «indiferentes» ao risco de desmoronamento

Banco de Portugal que pintou, segundo Honório, um cenário bem diferente do banco