As novas tabelas de retenção na fonte do IRS entram em vigor esta quarta-feira, 11 de maio. No entanto, as empresas e serviços públicos que tenham já em processamento os salários deste mês podem aplicar os novos valores só a partir de junho.

Nessa altura farão também o acerto relativo a maio, as mesmas regras aplicam-se às entidades que pagam pensões.

As novas tabelas de retenção na fonte foram publicadas no último fim-de-semana pela autoridade tributária, mas só ontem o respetivo despacho foi ultimado.

As novas tabelas refletem a alteração introduzida pelo atual governo, que eliminou o chamado quoficiente familiar, e introduziu uma dedução fixa de 600 euros por cada dependente.

No geral, são os rendimentos mais baixos que vão sentir um alívio na retenção na fonte do imposto. Nós fizemos as contas.

Segundo o Governo, o novo regime deverá beneficiar perto de 950 mil famílias.