A Sonae Indústria agravou os prejuízos em 11 milhões de euros no primeiro semestre deste ano face ao período homólogo, para 29 milhões de euros, anunciou esta quarta-feira a empresa.

Em comunicado ao mercado, a Sonae Indústria adiantou que o maior contributo para o aumento dos prejuízos «resulta da redução do nível de EBITDA (resultado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) gerado e do aumento dos encargos financeiros, que se situaram quatro milhões de euros acima do montante registado durante o período homólogo».

Até junho, o volume de negócios consolidado foi de 642 milhões de euros, menos 7% que o valor registado no período homólogo, devido à redução do número de unidades industriais e à contração nos mercados europeus.