A Parpública fechou o primeiro semestre deste ano com um lucro de 6,8 milhões de euros, uma queda de 78,6% face aos 31,9 milhões de euros registados em igual período de 2016. A Parpública - Participações Públicas, SGPS é, recorde-se, uma sociedade gestora de participações sociais de capitais exclusivamente públicos, constituindo um instrumento empresarial do Estado.

“No primeiro semestre, quer a ‘holding’, quer as áreas operativas do Grupo Parpública apresentaram lucros, sendo o resultado líquido consolidado de 6,8 milhões de euros”, lê-se no relatório e contas enviado hoje à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O resultado líquido consolidado alcançado apresenta uma diminuição face ao período homólogo, apesar da 'holding' e do conjunto das empresas com atividades operativas apresentarem individualmente um melhor desempenho".

As áreas operativas “apresentam uma ligeira melhoria do resultado apurado, que passou dos 57,4 milhões de euros, para os 65,3 milhões de euros”, e a Parpública, por seu lado, “registou um aumento do seu resultado muito mais expressivo, já que os 47,7 milhões de euros alcançados neste período comparam com 29,8 milhões no período homólogo do ano anterior.

No final do primeiro semestre deste ano, o conjunto das empresas que integram o Grupo Parpública apresentou resultados que ascendem aos 24,2 milhões de euros, um valor que compara com os 46,5 milhões que foi registado em 30 de junho de 2016.

O Grupo Parpública registou uma EBITDA (resultado antes de juros, impostos, amortizações e depreciações) de 249,6 milhões de euros no primeiro semestre, uma redução de 12,8% face ao valor verificado em igual período do ano passado.