O Governo aprovou esta quinta-feira, em Conselho de Ministros, a afetação de 74,7 milhões de euros no ambito do segundo programa de resgate à Grécia.

De acordo com o ministro da Presidência e dos Assuntos Parlamentares, que falava na conferencia de imprensa a seguir à reunião, o valor corresponde ao acordado quando o segundo programa de ajustamento do país foi aprovado pelo Eurogrupo no primeiro trimestre do ano passado.

De acordo com o comunicado do Conselho de Ministros, a verba faz parte dos 359,3 milhões recebidos pelo Estado do Banco de Portugal, a título de dividendos.

A afetação é executada no âmbito de reuniões recentes do Eurogrupo e «tendo em conta que o Banco de Portugal detém obrigações emitidas pela república helénica na sua carteira coberta pelo agreement on non-financial assets celebrados no quadro do eurosistema».

Recorde-se que, com o segundo resgate, o conjunto dos países do euro vai emprestar à Grécia um total de 172 mil milhões de euros, a desembolsar ao longo de quatro anos.