A plataforma ‘online' Airbnb, que permite o arrendamento de casas ou quartos por curtos períodos de tempo, anunciou que, entre junho e agosto, registaram-se 1.113.000 reservas de alojamento em Portugal, mais 59% do que em 2016.

Em comunicado, a empresa indica que “este volume de viajantes representa um crescimento de 59%, face a igual período do ano transato, situando Portugal como o sexto destino que mais visitantes recebeu pela Airbnb da Europa, neste período”.

Destas, mais de 218 mil pessoas viajaram em família, colocando Portugal como o oitavo país europeu que, na Airbnb, acolhe mais hóspedes nestes moldes.

Relativamente ao número de portugueses que utiliza a plataforma para reservar alojamento, cresceu 73% para 173 mil, depois de se terem verificado 100 mil registos no verão do ano passado.

Do total, 39 mil viajaram em família.

Os destinos nacionais escolhidos pelos hóspedes portugueses que mais cresceram face ao ano passado foram Santarém (acréscimo de 609%), Póvoa de Varzim (316%), Vila do Conde (220%) e Esposende (198%).

No que toca aos arquipélagos, destacaram-se as localidades da Madalena (subida de 199%) e de Angra do Heroísmo (182%), nos Açores.

Fora de Portugal, o destino com maior crescimento foi Glasgow, na Escócia, para o qual a procura aumentou 224% face ao verão de 2016.

“A Airbnb, este verão, recebeu 45 milhões de hóspedes, sendo que oito milhões foram viajantes em família. A melhor noite, no que diz respeito ao número de reservas na plataforma, foi a 12 de agosto com 2,6 milhões de hóspedes”, conclui a empresa.