Já está aberto o concurso para a liderança do Instituto de Emprego e Formação Profissional, mais conhecido por IEFP. O líder Jorge Gaspar demitiu-se em maio, estando até agora Valadas da Silva no seu lugar, em regime de substituição.

O concurso, pelo qual é responsável a Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública (CRESAP), já está publicado em Diário da República.

Durante os próximos 10 dias úteis, ou seja, até dia 18 de julho, serão aceites candidaturas. A CRESAP indica que "os requisitos formais de provimento, de perfil pretendido, da composição do júri e dos métodos de seleção" constarão na Bolsa de Emprego Público.

Segundo a informação disponível no site daquela comissão de recrutamento, os interessados deverão ter a licenciatura concluída "há pelo menos 8 anos".

Entre as áreas de especialização são referidas Emprego, Formação profissional, Mercado de trabalho, Educação, Políticas públicas e Gestão e Administração Pública, com experiência profissional nessas áreas, "nomeadamente nos domínios do emprego e formação profissional". Mais-valia será terem exercido cargos de direção, terem capacidade de decisão, experiência em representação institucional e experiência negocial.

O cargo será para desempenhar por um período de 5 anos, "renovável uma vez por igual período, sem necessidade de recurso a procedimento concursal", em regime de exclusividade e incompatibilidade.

O novo Presidente do IEFP terá como local de trabalho Lisboa e ganhará, por mês, 5.620,80 euros, dos quais 1.348,99 são despesas de representação.