João Rendeiro, antigo presidente do BPP, vai processar Carlos Tavares por atentado ao bom nome. O presidente da CMVM afirmou no Parlamento que o «BPP é um caso semelhante ao caso Madoff (...) quem está na banca não pode ter determinado tipo de comportamento».

Em declarações ao «Diário Económico» João Rendeiro confirmou o processo em tribunal contra o presidente da CMVM e foi mesmo mais longe: «Comparar-me ao Madoff vai ter consequências graves».

Rendeiro disse ainda ao «Diário Económico» que, a acção interposta «é um processo cível por atentado ao bom nome». O responsável acrescenta que o mesmo tem inerente «um pedido de indemnização» que não quis quantificar.