O consumo de energia elétrica aumentou 0,9% em fevereiro face ao mesmo mês de 2014, devido às baixas temperaturas que se fizeram sentir, de acordo com dados da REN – Redes Elétricas Nacionais, noticia a Lusa.

A variação continua a ser positiva em fevereiro (0,2%), mesmo com a correção dos efeitos de temperatura e número de dias úteis.

As condições foram favoráveis na produção eólica, permitindo ao conjunto da produção renovável abastecer 67% do consumo, enquanto as condições hidrológicas se mantiveram abaixo dos valores médios.

Nos dois primeiros meses do ano, o consumo cresceu 2%, correspondentes a uma queda de 0,2% após correção da temperatura e número de dias úteis.

Em janeiro e fevereiro, a produção renovável abasteceu 59% do consumo, com a energia hídrica a fornecer 25%, a eólica 28%, a biomassa 5%, e as fotovoltaicas 1%.

Nas não renováveis, o carvão representou 23% do consumo e o gás natural 14%.

O saldo de trocas com o estrangeiro é, no final de fevereiro, importador e abasteceu 3% do consumo, de acordo com a REN.

No gás natural, foi registada uma variação homóloga de 2,7% em janeiro e 8,2% nos dois primeiros meses do ano, devido à maior utilização, este ano, das centrais elétricas a gás natural.