O quarteto representante dos credores da Grécia iniciou esta quarta-feira em Atenas negociações com o Governo para finalizar em abril a avaliação das reformas que o país tem de aplicar, permitindo discutir um alívio da dívida.

Os chefes de missão das instituições credoras - Comissão Europeia, Fundo Monetário Internacional (FMI), Banco Central Europeu e Mecanismo Europeu de Estabilidade - devem começar por reunir-se com o ministro das Finanças, Euclide Tsakalotos, seguindo-se um encontro com o ministro do Emprego, Georges Katrougalos.

As conversações estão centradas em questões orçamentais para que o país consiga um excedente primário de 3,5% em 2018, através de uma nova reforma fiscal e da reforma do sistema de pensões que está a ser preparada pelo Governo e que tem suscitado alguma agitação social.