Quem pedir a reforma em 2014 vai sofrer um corte na pensão de 12,34%, é o valor do novo fator de sustentabilidade, a aplicar em 2014, ano em que a reforma aumenta para os 66 anos, segundo o Diário Económico.

As reformas antecipadas estão suspensas na Segurança Social, sendo apenas autorizadas no caso de desemprego ou devido a regimes especiais. Se os desempregados solicitarem a reforma o corte será de 12,34%.

A redução não será aplicada a trabalhadores legalmente impedidos de manter-se no ativo depois dos 65 anos: é o caso dos pilotos e dos condutores de pesados, que não serão penalizados.