O Governo já tem na proposta de Orçamento do Estado para 2014 uma medida que visa compensar um eventual chumbo da convergência da Caixa Geral de Aposentações e da Segurança Social. Alargar a Contribuição Extraordinária de Solidariedade (CES) a pensionistas que recebam mais de 1350 euros é a solução encontrada.

Note-se que o Governo espera poupar 388 milhões de euros com os cortes nas pensões acima dos 600 euros brutos mensais. Só as pensões superiores a 5400 euros é que serão alvo da CES.

No entanto, caso não haja convergência, aplica-se como até agora, ou seja, a pensionistas que recebam mais de 1350 euros, refere o «Diário de Notícias», sendo que neste cenário o Executivo poderá arrecadar 340 milhões de euros.

Escreve o mesmo jornal que assim fica por tapar um buraco de apenas 48 milhões de euros.