Termina hoje o prazo para os trabalhadores independentes solicitarem à Segurança Social a alteração do nível de descontos face ao valor fixado no final de 2014.
 
Quem reiniciou atividade a partir de março também pode pedir a mudança do escalão contributivo.
 
De acordo com a lei, os trabalhadores independentes podem requerer mudanças na altura em que são posicionados em escalões contributivos, o que deve ocorrer no final do ano e também em fevereiro e em junho. Os pedidos avançados este mês produzem efeitos já a partir de amanhã, 1 de julho.
 
Os trabalhadores só podem pedir para subir ou descer até dois escalões contributivos face ao valor fixado pela Segurança Social no final do ano passado. Quem já pediu, por exemplo, para descer dois escalões, não pode agora solicitar nova descida.
 
No caso de trabalhadores independentes com contabilidade organizada, o patamar mínimo corresponde ao segundo escalão.