Durão Barroso, presidente da Comissão Europeia, está confiante que o Governo português vai encontrar uma alternativa à medida do corte de 10% nas pensões acima dos 600€, esta quinta-feira chumbada pelo do Tribunal Contitucional.

Questionado sobre a decisão do Tribunal, na conferência de imprensa do final do primeiro dia de uma cimeira de chefes de Estado e de Governo da União Europeia que decorre em Bruxelas, José Manuel Durão Barroso indicou que só recebeu a notícia «hoje, durante a noite», pelo que não teve ainda «oportunidade de trocar impressões sobre essa medida com o primeiro-ministro

Passos Coelho», mas disse acreditar que o Governo encontrará alternativas.

«Estou confiante que Portugal vai com certeza encontrar uma solução para esta situação, de modo a garantir que os resultados já alcançados com a execução do programa de ajustamento sejam prosseguidos e que não seja comprometido o regresso de Portugal aos mercados».