É uma entrada direta para o terceiro lugar no pódio dos países com mais multimilionários. Depois dos Estados Unidos e da China, que permanecem com o ouro e a prata, cabe à índia entrar no terceiro lugar e destronar a Rússia.
 
Esta lista, divulgada anualmente pela revista «Hurun», sediada na China, mostra ainda que os Estados Unidos e a China juntos detêm metade dos bilionários de todo o mundo.
 
O «ranking» revela ainda que, desde o ano passado, há 222 novos multimilionários: ao todo são 2089 pessoas que têm, como fortuna pessoal, mais de mil milhões de dólares
 
Para a queda da Rússia, que passou para o quarto lugar, contribui a queda do preço do petróleo e as sanções económicas na sequência da guerra na Ucrânia, que levam ao enfraquecimento do rublo desde o fim do ano passado.
 
Na lista dos homens mais ricos, o primeiro lugar continua a pertencer ao fundador da Microsoft, Bill Gates, seguido de Carlos Slim, empresário mexicano, e do investidor norte-americano Warren Buffett.
 
O criador do Facebook Marck Zuckerberg, com apenas 30 anos, está agora no top 10 das pessoas mais ricas do mundo.
 
E os multimilionários mais novos são dois jovens que fundaram uma aplicação - a snapchat - que permite tirar fotografias, enviá-las e decidir quanto tempo ficam disponíveis. Evan Spiegel, de 24 anos, e Bobby Murphy, de 26, já estão nesta lista de luxo